Recomeçar

Oi Oi!

 

Mais um ciclo se encerrou e é hora de recomeçar. Nós do Mundo da Má adoramos ter você durante o ano de 2016 e com certeza vai ser maravilhoso estarmos juntos em 2017 também!

Aqui em baixo tem uma mensagem bem linda sobre recomeçar e que tem tudo a ver com o dia de hoje, então esse é um convite para você ler e se inspirar junto com a gente, vamos?

Continue Lendo

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



O que faz você feliz?

O que faz você feliz?

Que pergunta mais intrometida para se começar uma conversa, não é mesmo? Rsrs… mas a intenção não é me intrometer não! Quero só compartilhar algumas palavras com você! 🙂

Continue Lendo

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



Inspiração - Sobre Autoconhecimento

Inspira[ção] – Sobre autoconhecimento

Inspira[ção] é uma série de vídeos que criei com o objetivo de inspirar nossos dias com mensagens e exercícios. A ideia é que eu entreviste empreendedores que tem histórias lindas para compartilhar e que nos ensinem um pouquinho do que aprenderam em sua jornada. O primeiro vídeo da série é sobre autoconhecimento. Vamos começar?

Inspiração - Sobre Autoconhecimento

Inspiração de hoje: Sobre Autoconhecimento

A entrevistada de hoje é Dolores Piñeiro, coach de vida e de carreira, e tem como missão ajudar as pessoas a realizarem transformações positivas, descobrir os próprios talentos, aumentar a motivação e a alegria e assim levarem uma vida mais próspera e com propósito.

“A vida é como uma viagem com trilhas, caminhos e momentos que temos que subir montanhas íngremes. Nossa vida também tem tudo isso: momentos de muita alegria e momentos muito complicados. Mas cada um escolhe o caminho que quer transitar e, nessas escolhas, aprendemos demais!
Sempre temos a oportunidade de mudar de rota. Sempre temos essa chance e uma grande alegria é poder começar de novo.”

Dolores Pineiro | Itinerários de Vida

Conversamos sobre autoconhecimento, sua importância e ela deu várias dicas sobre como a gente pode começar a se conhecer. Bora assistir?

[iframe id=”https://www.youtube.com/embed/SbncRzPq25U” align=”center” mode=”lazyload” maxwidth=”800″]

 E pra você que curtiu o nosso bate-papo e quer baixar o livro digital gratuito que a Dolores comentou na entrevista, o link é esse daqui ó.

Me conte: Quais são suas inspirações diárias? 😉 Compartilha aqui nos comentários ou me escreva: mari@mundodama.com.br, vou adorar conversar com você!

Aguarde que, logo, logo, tem mais Inspira[ção] por aqui 🙂

Um beijo!

PS: Se você é um dos que, como eu, escolhe o caminho do #FaçaVocêMesmo e está criando o seu próprio site utilizando o WordPress, não esqueça de baixar o meu e-book que dá várias dicas para quem está começando! Você pode baixá-lo clicando aqui.

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



Mãos

As mãos que se estendem pelo meu caminho…

Muitos são os obstáculos que ultrapassamos todos os dias, e quando chega o fim de um dia somos sempre vitoriosos por ultrapassarmos barreiras, lutarmos contra nossas más tendências e por não termos desistido de nossos sonhos. Muitos são também os artifícios que usamos para não desistir: ter paciência, ser resiliente, respirar fundo, acalmar o coração, contar até 100 e muito mais. Todos são métodos incríveis e que nos ajudam muito, mas hoje gostaria de falar de algo que nos ajuda sempre e é incrível: as mãos que nos estendem pelo caminho.

Mãos estendidas
Mãos estendidas – Divulgação: Pixabay

Desde quando nascemos, recebemos algumas mãos que nos apoiam: mãos de pais, mãos de mães, mãos de irmão, avós, tios, mãos de amigos… e conforme vamos crescendo, essas mãos vão aumentando e é tão lindo esse “estender de mãos” a cada dia.

Uma coisa que vou levar para sempre na memória são as mãos que me estendem pelo caminho: nas horas em que estou triste ou chateada, nas horas em que preciso de um abraço ou de um puxão de orelha, nas horas em que preciso apenas de uma mão pra me ajudar a levantar: estão sempre lá. Mãos cheias de amor e força que se estendem para não me deixar desistir. Mãos cheias de firmeza e alegria, que se estendem para me orientar. Mãos de amor, mãos de carinho. Mãos cheias de esperança. Mãos de motivação, de ação, mãos cheias de coração.

Mãos
Mãos – Divulgação: Pixabay

Essas mãos, muitas vezes nem sabem, mas me ajudaram a chegar até aqui: foram pedacinhos da minha ponte que apareceram, quando eu não conseguia vê-los. Foram curativos, para as feridas que se abriram e, muitas vezes, espelhos para que eu pudesse me ver. Algumas vezes, foram o replay dos meus sonhos esquecidos e, outras tantas, meus toddynhos: companheiros de aventura.

Para essas mãos, só tenho algo a dizer: gratidão eterna! Gratidão ao Papai do Céu, por colocar pessoas tão especiais em meu caminho. Gratidão ao Universo, à cada uma dessas pessoas por estarem em meu caminho e compartilharem pedacinhos de sua vida comigo. Muita gratidão!

Sempre, em minhas orações, peço que eu possa ser uma mão estendida à todos que estiverem à minha volta. Que eu possa levar uma palavra de amor, carinho e esperança nos dias difíceis. Que eu saiba ouvir e saiba o momento certo de calar. Que eu saiba também ser uma mão calada, quando for preciso. Que eu possa confortar o tanto que me confortam.

Desejo a todos que lerem esse texto que tenham mãos incríveis sempre, para a hora que precisarem. E não só que tenham mãos incríveis: que sejam mãos incríveis para quem estiver ao seu redor.

Um passo de cada vez, sempre vamos longe. Mas de mãos dadas, vamos além!

Mãos Dadas

Carlos Drummond de Andrade

Não serei o poeta de um mundo caduco
Também não cantarei o mundo futuro
Estou preso à vida e olho meus companheiros
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças
Entre eles, considero a enorme realidade
O presente é tão grande, não nos afastemos
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história
Não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela
Não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida
Não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins
O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes
A vida presente.

Conta aí, vai!

E você tem muitas mãos estendidas pelo seu caminho? Elas também te ajudam a ultrapassar obstáculos? Compartilha com a gente 🙂

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



Ajudar - estender a mão

Quando achamos que vamos ajudar, somos na verdade ajudados…

“… e quando achamos que vamos ajudar, é quando somos na verdade mais ajudados!”

Há alguns dias, tenho pensado bastante sobre ajudar os outros. Muitas vezes, nos propomos a ajudar alguém, de coração aberto, com o simples propósito de poder estender a mão ao nosso próximo. Sempre que estendemos as mãos, somos surpreendidos de inúmeras formas e, a forma que mais tenho sido surpreendida é que tenho recebido ajuda das próprias pessoas a quem ofereci ajuda. Muitas vezes, a pessoa nem sabe que acabou me ajudando: falou algumas palavras, contou alguma experiência, deu um conselho, comentou sua opinião sobre algo e: GOL! Acertou em cheio tudo o que eu precisava ouvir naquele momento.

Acredito muito que o universo “conspira” a nosso favor. Que quando fazemos um pedido, somos atendidos. Acredito que tem um Pai lá em cima, olhando por nós e nos auxiliando a cada vez que pedimos ajuda. Acredito que nada acontece por acaso. Nada. Nada.

E por essas e outras, eu tenho me surpreendido todos os dias. Pessoas incríveis estão presentes em minha vida. Muitas que eu já conhecia, algumas que conheci recentemente. Todas com algo especial e único: dispostas a estender a mão. Sempre com uma palavra de motivação, de coragem, de carinho, de amor.

Ajudar- Estender a mão com amor
Ajudar- Estender a mão com amor

E vejo nisso uma energia muito boa e poderosa! Uma energia transformadora e especial. Uma energia que nos motiva, nos faz continuar, ir em frente. Nos faz prosseguir, quando estamos sem força. Nos levanta, quando caímos. É puro amor!

Se eu tivesse que resumir meus sentimentos em duas palavras, seriam amorgratidão.

Se eu pudesse dar um conselho seria: Ame. Por mais triste que esteja, estenda a mão ao próximo. Por mais difícil que as coisas estejam, é passageiro. Por mais que pareça que não há um caminho, a neblina vai passar. Por mais que pareça impossível, tudo é possível quando acreditamos e nos dedicamos com amor. Por mais complicado que pareça, tudo passa.

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!



Então é natal...

Então é Natal… e o que você fez?

Sempre quando chega essa época do ano, alguns sentimentos nos vem à tona, não é mesmo? Um sentimento bom de amor, compaixão, gratidão pelo ano que está terminando, por todas as coisas boas que conseguimos, pelas conquistas, pelos passos…

Então é natal...

Gosto muito da letra da música “Então é natal”, pois fala de coisas que penso bastante. Dá uma olhada:

Então É Natal

Então é Natal, e o que você fez?
O ano termina, e nasce outra vez
Então é Natal, a festa Cristã
Do velho e do novo, do amor como um todo
Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem souber o que é o bem

Então é Natal, pro enfermo e pro são
Pro rico e pro pobre, num só coração
Então bom Natal, pro branco e pro negro
Amarelo e vermelho, pra paz afinal
Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem, souber o que é o bem

Então é Natal, o que a gente fez?
O ano termina, e começa outra vez
Então é Natal, a festa Cristã
Do velho e do novo, o amor como um todo
Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem, souber o que é o bem

(não sei quem é o autor dessa música… mas sou muito fã da letra!!)

Sempre me lembro dessa música porque, muito mais do que uma simples data comemorativa, o fim do ano representa um momento de reflexão, um momento de pensarmos em tudo o que fizemos e de começar a planejar o ano seguinte. Uma coisa que gosto também é com relação à igualdade: vale para todo mundo 🙂 Pensar, repensar, planejar. Não importa como foi o nosso ano: é um momento de fraternidade… de amor, de paz… de igualdade e não de diferenças.

Todo ano, temos o costume de fazer uma lista com os nossos objetivos para o próximo ano. Nessa lista, seja ela colocada no papel ou só na nossa cabeça mesmo, costumamos colocar coisas das mais variadas: Mudar de emprego, nos especializarmos em algo, emagrecer, engordar, viajar, aprender a fazer algo novo, criar uma coisa diferente e mais “n mil coisas” que temos que fazer no ano que começa.

Tempo é o que não falta. Às vezes por um motivo ou outro, algumas coisas não conseguimos realizar. Temos que inverter a ordem de outras, adiar um pouco alguns prazos, antecipar algumas coisas.. e, quando vamos fazer esse balanço temos que ter um cuidado muito grande para que, mesmo realizando muita coisa boa e legal, a gente não fique com a sensação de que não cumprimos nossos objetivos.

Nós, como seres humanos que somos, temos sempre a tendência de subestimar ou não valorizar tanto cada passo que damos. A gente vê tudo o que aconteceu na vida das pessoas mais próximas da gente e acha que foi tudo lindo, todos os objetivos realizados, muita superação, muita coisa boa. Quando vamos analisar tudo o que aconteceu na nossa vida, achamos que foi pouco, que podia ter sido melhor, que podíamos ter nos esforçado mais… que.. que.. que.. Pare agora!

Hey, hey! Não esqueça que somos humanos, que temos coração… e que sim, cada obstáculo que superamos foi um obstáculo e foi superado: isso que importa! Se você podia ter superado mais rápido, deixe para usar o aprendizado na próxima: o próximo obstáculo você vai superar mais rápido! Esse obstáculo você superou da melhor forma que pode.

Temos que aprender a valorizar mais todos os momentos pelos quais passamos. Aprender a valorizar mais cada coisa que aconteceu. Aprender a olhar mais com o coração. Aprender a ouvir mais com o coração também. E principalmente: a falar mais com o coração.

Entre todos os objetivos que tinha para o ano que está acabando, você conseguiu amar mais? Conseguiu compreender o outro um pouquinho mais? Mais importante que tudo: você aprendeu a se amar mais?

Às vezes, somos tão compreensivos com o outro e tão cruéis com a gente mesmo… Perdoar é sempre muito difícil. Perdoar o outro já é difícil pra caramba… mas perdoar nós mesmos, taí uma coisa que a gente demora pra aprender!

Ao fazer minha lista para o ano que está chegando, com certeza, amar mais vai estar no topo da lista! 😉

Uma coisa que sempre digo: não se esqueça que não acabou! Mais um ano está vindo para cumprirmos tudo o que não conseguimos no ano que passou. Mais um ano para planos, amor e compreensão. Mais um ano para viver, sonhar e se entregar. Mais um ano para se apaixonar pela vida, por quem está à sua volta e por você. Mais um ano para ser você! 😉

E você, cumpriu todos os objetivos que tinha para o ano? Quais partes da sua lista você reorganizou? E quais partes vão ficar para o próximo ano?

😉

Com carinho, muito, muito:

Mariana Camargo

Curtiu? Então nos ajude a espalhar esta mensagem por aí!